Circuito Turístico Serra do Brigadeiro

Brigadeiro, um paraíso na Mantiqueira

Localizado a sudeste de Minas Gerais, plena Zona da Mata mineira destaca-se o Circuito Turístico Serra do Brigadeiro, uma associação de 11 municípios com identidades e afinidades turísticas, culturais e econômicas. O circuito é composto por Muriaé – sede do Circuito – e mais onze municípios: Antônio Prado de Minas, Divino, Ervália, Eugenópolis, Fervedouro, Miradouro, Patrocínio do Muriaé, Pedra Bonita, Rosário da Limeira e Vieiras. O Ecoturismo, Turismo Rural e de Negócios integram o potencial desta bonita região desbravada pela Estrada de Ferro Leopoldina.

O principal atrativo do Circuito é o Parque Estadual Serra do Brigadeiro, considerado um dos últimos redutos de Mata Atlântica. O Parque ocupa o extremo norte da Serra da Mantiqueira e reúne o que há de mais belo da flora brasileira.

Sua rica biodiversidade é caracterizada por Mata Atlântica de Encosta e por Campos de Altitude. A Unidade de Conservação possui importância vital na preservação destes dois biomas, ameaçados de extinção e que foi incluída no Projeto Reserva da Biosfera da ONU, ao lado dos parques nacionais do Caparaó, Serra dos Órgãos e do Parque Estadual do Rio Doce.

Criado em 1996, o Parque abrange uma área de 14.984 hectares, onde predominam montanhas, vales, chapadas, encostas além de diversos cursos d’água que integram as bacias dos rios Paraíba do Sul e Doce. O Brigadeiro também é refúgio de espécies da fauna ameaçadas de extinção. Sua fauna diversificada, dentre outros, destaca-se o muriqui, também conhecido como mono-carvoeiro, maior primata das Américas, ameaçado de extinção.

Seus principais atrativos são: a Pedra Redonda, 1.572 m; a Pedra Campestre, 1.908 m; o Pico do Soares, 1.985 m; e o Pico do Boné, 1.920 m e; o Pico do Itajuru, com seus 1585 m; além, é claro, de suas várias cachoeiras, que proporcionam aos visitantes deliciosos e refrescantes banhos.

O Parque do Brigadeiro possui dois acessos: O mais próximo de Muriaé – sede do circuito – é a portaria ‘Pedra do Pato’ que está a 87 km, seguindo pela BR 116 (antiga Rio-Bahia) até chegar à cidade de Fervedouro.  Em Fervedouro, seguir 20 km em estrada de terra até o distrito de Bom Jesus do Madeira, continuar por mais 7 km até chegar à sede do Parque. Já para quem vem de Belo Horizonte, o caminho passa por Viçosa, vai até o trevo de acesso a Ubá, segue sentido São Miguel do Anta e, depois, pela BR 482 até Araponga. A partir daí, seguir por 11 km de estrada de terra até a ‘Portaria Araponga’, mais 1 km chega-se ao Parque.

O Parque não possui área de camping e a visitação deve ser feita no período diurno. Consulte a administração antes de visitar os atrativos do Parque pelo telefone: (32) 3721-7491. Horário de Funcionamento: 7 às 17 horas.

Além dos atrativos naturais, o Circuito possui outros importantes segmentos turísticos que também atraem muitos visitantes. A produção de artesanatos confeccionados com matéria prima local ajuda a preservar a cultura, história e ainda incrementam a economia das comunidades. Outro destaque, já no segmento de turismo de negócios é o “Pólo da Moda”, uma das maiores referências do mercado têxtil de Minas Gerais.

Ao visitar a região, aproveite para conhecer a gastronomia local, nas mais fantásticas e variadas receitas, com sabor e visual bem particular enriquecidos com toda tradição da comida mineira.

A arquitetura local é diversificada, mas ainda existem casarões em estilo colonial, barroco e eclético, bem preservados, que contam um pouco da história das Minas de Gerais.

No Brigadeiro é assim, muita tradição, história, belas paisagens e bem estar. Conheça todos nossos encantos. “Não dá pra explicar, tem que viver!”

DICAS DE VIAGEM

Muriaé é um pólo regional. Sua economia se baseia no comércio, indústria e agro-negócio. Sua arquitetura é diversificada, mas ainda possui casarões em estilo barroco e eclético que resistiram ao tempo e que conta um pouco da história do lugar. Não deixe de experimentar sua gastronomia, que conta com a tradicional comida mineira, destaque para os pratos com brejaúba – palmito nativo da região – e pratos internacionais. Outra importante dica é o “Pólo da Moda”, uma das maiores referências do mercado têxtil. Seu principal atrativo natural é o Pico do Itajuru, que faz parte do Parque Estadual Serra do Brigadeiro. O município possui três APAs, onde podem ser apreciadas cachoeiras, montanhas, gruta e uma rica fauna e flora.

Antônio Prado de Minas possui uma arquitetura muito particular. Com seu povo simples e acolhedor oferece uma saborosa comida. No entorno de Antônio Prado o visitante pode contemplar magníficas cachoeiras e passear por suas belas paisagens. Seu principal atrativo é a Pedra da Elefantina, o segundo maior bloco de granito do mundo. O nome Elefantina se deve ao formato da pedra que parece com um elefante.

A base econômica de Divino é a agricultura – destaque para a produção de café – e pecuária. Os atrativos naturais, com suas montanhas e corredeiras são outro destaque, já que Divino faz parte do Parque Estadual Serra do Brigadeiro. No interior da igreja que fica na praça Dr. Genserico Nunes de Oliveira, na sede do município, existem painéis pintados a óleo pelo artista italiano A. Tanfini. A principal festa da cidade é a Exposição Agropecuária, que acontece sempre na primeira semana de julho e atrai turistas de toda região.

Na economia de Ervália destacam-se as atividades agropecuárias, tendo como principal produto o café. A cidade oferece aos visitantes, área de camping com bar e cachoeiras, além de panorâmicas incríveis. Localizado ao sul do Parque Estadual Serra do Brigadeiro possui reservas florestais importantes para o clima e ecossistema da região.

Localizado no Vale do gavião, Eugenópolis se destaca por sua diversificada fauna e flora. O visitante pode desfrutar de suas refrescantes cachoeiras e apreciar belas vistas panorâmicas. Não deixe de conhecer as belas cachoeiras do município. A cidade também faz parte do “Pólo da Moda” e suas confecções em malha, peças criativas e originais atraem muitos turistas de negócios. As festas da cidade são outra tradição, destaque para a Exposição Agropecuária e o carnaval de Eugenópolis que faz muito sucesso.

Fervedouro é muito conhecido por seu potencial hidromineral. Um importante atrativo turístico, com suas águas efervescentes e lama medicinais. Sua exuberante natureza exibe belas cachoeiras em meio a Mata Atlântica. Destaque também para a Pedra do Pato, um desenho esculpido pelo tempo no formato de um pato. O município possui uma das portarias de acesso ao Parque Estadual Serra do Brigadeiro.

O município de Miradouro faz parte do Parque Estadual Serra do Brigadeiro, que tem a função de conservar ecossistemas como floresta de encosta e os campos naturais. A região abriga uma rica biodiversidade de Mata Atlântica, e possui importantes cursos d’água, fazendo parte da bacia do Rio Paraíba do Sul. Lugar de gente simples, mas muito acolhedora. Indo a Miradouro não deixe de visitar suas cachoeiras! A Exposição Agropecuária de Miradouro é uma dica para conhecer um pouco de seu povo, de sua cultura e desfrutar de produtos da região.

A tranqüila e serena cidade de Patrocínio do Muriaé localiza-se no vale do rio Muriaé e é banhada pelo ribeirão Cachoeira Alegre. O município apresenta belos encantos naturais. Vale a pena conhecer a Ponte Metálica e a Estação Ferroviária, que são os principais monumentos históricos e os mais conhecidos cartões postais de Patrocínio.

Cheia de história e cercada de belezas naturais fica a pequena cidade de Pedra Bonita. Ao sopé da montanha que a denomina, destaca-se por sua hospitalidade e pelo cenário da região, um convite imperdível. O município de Pedra Bonita faz parte do Parque Estadual Serra do Brigadeiro e fica localizado ao norte da Unidade de Conservação.

A jovem Rosário da Limeira destaca no Estado de Minas por seu famoso artesanato em cipó, crochês, e bordados em ponto cruz “recheliê”, técnicas passadas de mãe para filha há gerações. O visitante que for a Limeira não pode deixar de conhecer suas belezas cênicas. Suas montanhas e piscinas naturais são outro atrativo que enche os olhos de quem conhece o local. O clima do lugar é bem ameno, favorecido pela Mata Atlântica.

Situado no vale do rio Glória, Vieiras foi inicialmente chamado de Santa Cruz da Babilônia. Sua economia baseada na produção rural destacando a piscicultura ornamental e pecuária leiteira. Belas paisagens emolduram o visual do lugar, destacando suas fazendas e cachoeiras que completam este cenário. Não deixe de conhecer Vieiras, um lugar tranqüilo e bom de se viver. Suas festas são imperdíveis!

Texto: Bruno Augusto

Revisão: Marco Antônio Barros

Fonte: Link

Circuito Turístico Serra do Brigadeiro

pt_BRPortuguese (Brazil)
pt_BRPortuguese (Brazil)